Confira a crítica da psicóloga Bruna Diniz Miguel sobre o filme DENTRO

Dentro é um curta-metragem que retratou perfeitamente a linguagem da depressão, nos ajudando a entender a forma como aqueles que sofrem com isso pensam e se sentem. O escuro, o medo, a culpa, a negação, as sombras, o pedido de ajuda, a solidão e o desespero pela cura da dor, através da morte.

O filme acompanha um dia dentro do emocional de uma jovem depressiva se questionando de onde vem essa dor sem nome, tentando se encontrar e sair de dentro daquele corpo estranho. O monólogo sugere que pessoas depressivas estão mais focadas nelas mesmas e menos conectadas aos outros.

Com cenas fortes tão tocantes que passamos a sentir a angústia batendo dentro no nosso próprio peito. Uma dor física vinda do emocional de uma menina representada lindamente pela atriz. Roteiro, direção e interpretação merecedores de todos os prêmios.

Parabéns Alisson! Curta-metragem de talento e sensibilidade inquestionáveis!

 

CRÍTICA BRUNA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s