Saiu! Confira o teaser final do curta-metragem VOYEUR

O teaser final do curta-metragem VOYEUR está no ar.

O filme é uma produção feita 100% a distância e tem como tema os dogmas, medos, mentiras, desejos – todos os sentimentos que permeiam a nossa sociedade.

ATENÇÃO: Filme direcionado ao público adulto.

Confira o teaser do meu novo curta-metragem VOYEUR

Apresento o teaser do curta-metragem VOYEUR.

Muriel Vitória, ator e diretor de teatro de São Paulo, veio até a mim com a proposta de produzir um curta a distância. Muriel trouxe a ideia do que gostaria de explorar, e a partir desta idéia, eu criei uma história.

A história aborda temas como o prazer, a culpa, o desejo e o falso moralismo. É um filme de temática adulta, e em breve iremos divulgar mais informações sobre o lançamento online.

Confira abaixo a sinopse:

Um homem é observado atentamente enquanto vive momentos de prazer com o seu próprio corpo. A medida que o tempo passa e o desejo aumenta, somos levados a nos questionar sobre o prazer, a aceitação, a culpa e a hipocrisia. Uma pergunta fica no ar: você irá assistir até o final?

Sus/pirou – a minha nova história em curta-metragem

Mais um filho nasceu!

As pessoas constantemente me falavam que eu deveria escrever uma história sobre esse momento que estamos vivendo na pandemia. Eu relutei bastante, talvez porque fosse difícil, pra mim também, falar sobre isso.

Mas me coloquei na missão de tentar criar algo real, algo que fale sobre as nossas relações e as dores que sentimos. Esses sentimentos existem mesmo antes da pandemia, mas sim, foram intensificados agora.


No fim eu criei uma história que julgo ser triste e necessária. É sobre a pandemia mas também é sobre a solidão, sobre os adoecimentos do corpo e da alma.

Confira abaixo a sinopse:

Uma mulher em crise se tranca dentro de um quarto escuro. Enquanto as horas passam, algumas verdades vem à tona e ela precisa decidir se irá lidar com a realidade ou sucumbir ao seu pesadelo interno.

CINEMA | Minha Retrospectiva

Dia 19 de junho é comemorado o dia do cinema nacional.

Para comemorar esta data, fiz uma retrospectiva dos meus trabalhos realizados até aqui.

É com muito carinho que agradeço a todos que em algum momento, participaram desta caminhada comigo.

Viva o cinema nacional!

Filmes produzidos:

*NINGUÉM PODE TE OUVIR | Selecão Oficial
1º Mostra de Cinema Digital de Uberaba

*CARONA | 60 mil visualizações no YouTube

*hands | Produzido para o Festival do Minuto de São Paulo

*DENTRO |Seleções Oficiais
7º Delhi Shorts International Film Festival – 18
7º Mumbai Shorts International Film Festival – 18
9º Dada Saheb Phalke Film Festival – 19

#NINGUÉMPODETEOUVIR #CARONA #hands #DENTRO

Apresentação | TEMPO

O tempo rege nossas vidas a todo momento, é ele quem dita as regras. Ele transcende, transforma e modifica, faz pulsar amor, dor e alegrias. Mas será que é possível controlar o tempo ou seria ele o senhor de todas as regras?

TEMPO – a minha nova história em curta-metragem.

Dê o play e confira a apresentação especial:

TEMPO | Minha nova história em curta-metragem

Ultimamente tenho tido um tempo maior comigo, observando e organizando o meu universo particular. Percebi então a importância do tempo em nossas vidas e essa infinita importância me inspirou a escrever minha nova história em curta-metragem.

Confira abaixo, a sinopse:

O tempo rege nossas vidas a todo momento, é ele quem dita as regras. Ele transcende, transforma e modifica, faz pulsar amor, dor e alegrias. Mas será que é possível controlar o tempo ou seria ele o senhor de todas as regras?

#TEMPO

TEMPO

Apresentação | A Nossa História de Amor

Recentemente divulguei em minhas redes sociais a pergunta:
‘’Quanto tempo dura o amor?’’

Recebi inúmeras respostas, cada uma demonstrando um olhar diferente sobre o mesmo tema. Na verdade, essa pergunta fazia parte da divulgação da minha nova história intitulada ”A Nossa História de Amor”.

Segue abaixo o vídeo de apresentação desta nova história em curta-metragem.

Mais um festival internacional! DENTRO é selecionado para o ”9º DADA SAHEB PHALKE FILM FESTIVAL – 19”

 

O filme em curta-metragem DENTRO foi selecionado para mais um festival internacional. Esta já é a terceira seleção oficial do filme. O festival acontece no dia 30 de Abril (hoje) e o filme será exibido a partir das 12:47h – horário de Alipur em Nova Delhi.

Confira abaixo, informações sobre o festival:

”9º Festival de Cinema Dada Saheb Phalke-19, Delhi NCR, Índia

Celebrando a excelência no cinema

O Festival de Cinema Dada Saheb Phalke é um festival de cinema independente, sem fins lucrativos, não comercial e da Índia, estabelecido em 2011 em Delhi NCR com a missão de celebrar o cinema e o trabalho de aspirantes, jovens, independentes e profissionais cineastas . O festival é importante para a indústria cinematográfica indiana, uma vez que é organizado em 30 de abril de cada ano para marcar o aniversário de nascimento do Late.Shri. Dhundiraj Govind Phalke, que é considerado o pai do cinema indiano e lembrado com carinho como Dada Saheb Phalke pela fraternidade cinematográfica na Índia e no mundo. Seu objetivo é reconhecer o cinema esclarecedor, divertido e progressivo da nova era de jovens e cineastas experientes.

Nos últimos anos, o festival ganha reputação e é considerado um dos mais prestigiosos festivais da Índia. O festival cresce ao longo dos anos e atrai cineastas de toda a Índia e mais de 90 países em todo o mundo. O festival tem seções para longas-metragens, curtas-metragens, documentários, animações, videoclipes e filmes publicitários. O festival premia os cineastas nas categorias produção, criatividade, música e performance.

9º Dada Saheb Phalke Film Festival-2019 visa celebrar a excelência no cinema. Dada Saheb Phalke começou o movimento do cinema na Índia em sentido real e ele é o símbolo da excelência. Sua contribuição para o cinema indiano é inigualável. Hoje, o cinema indiano está tocando o céu em termos de conteúdo e tecnologia, mas vale a pena mencionar que foi iniciado pelo legendário Dada Saheb Phalke e estamos apenas levando isso adiante.

Fundada pela Educationexpo TV, uma empresa líder em pesquisa e branding de entretenimento e gerenciada pelo Miniboxoffice, o Dada Saheb Phalke Film Festival-19 oferece a chance de os cineastas mostrarem sua criatividade. Enquanto o festival é aberto a cineastas de todas as idades, sentimos que, assim como é imperativo que devemos apoiar e incentivar a participação de membros da comunidade e profissionais do cinema, também é importante que encontremos e cultivemos os futuros membros da indústria do entretenimento.”

DENTRO é selecionado para a 3ª Mostra CineAfroBH

Dentre as 30 inscrições via edital, a curadoria da Mostra CineAfroBH selecionou os 10 filmes que compõe a programação de 2019, que estreia sua 3ª edição no dia 09 de junho.

Sobre a Mostra:

A Mostra CineAfroBH teve sua primeira edição em 2014, e é a primeira mostra audiovisual de MG com a temática afro-brasileira.

A 3º Mostra CineAfroBH: Quilombos Urbanos, Fé e Cultura é a continuidade dessa ação audiovisual bem sucedida. Ela vai selecionar em 2018 outros 10 filmes, fixando a terceira edição da MCABH no calendário cultural belo-horizontino e iniciar a sua primeira intenância nacional pela Bahia, nas cidades de Salvador e Valença. Essas cidades têm em comum o fato de mais de 52% de seus habitantes serem negros ou pardos e de possuírem quilombos em seus territórios.

56289366_1280019105483285_1023198090514923520_n

Confira a crítica da psicóloga Bruna Diniz Miguel sobre o filme DENTRO

Dentro é um curta-metragem que retratou perfeitamente a linguagem da depressão, nos ajudando a entender a forma como aqueles que sofrem com isso pensam e se sentem. O escuro, o medo, a culpa, a negação, as sombras, o pedido de ajuda, a solidão e o desespero pela cura da dor, através da morte.

O filme acompanha um dia dentro do emocional de uma jovem depressiva se questionando de onde vem essa dor sem nome, tentando se encontrar e sair de dentro daquele corpo estranho. O monólogo sugere que pessoas depressivas estão mais focadas nelas mesmas e menos conectadas aos outros.

Com cenas fortes tão tocantes que passamos a sentir a angústia batendo dentro no nosso próprio peito. Uma dor física vinda do emocional de uma menina representada lindamente pela atriz. Roteiro, direção e interpretação merecedores de todos os prêmios.

Parabéns Alisson! Curta-metragem de talento e sensibilidade inquestionáveis!

 

CRÍTICA BRUNA