“QUANDO OS ANJOS FALAM” é registrado na Biblioteca Nacional

Há alguns meses enviei o meu roteiro de longa-metragem “QUANDO OS ANJOS FALAM” para ser registrado na Biblioteca Nacional, que fica no Rio de Janeiro. É o órgão brasileiro responsável para esta finalidade.

Enviei o roteiro em meados de maio, ou seja, levou mais ou menos sete meses para que eu recebesse o registro em casa. Vale ressaltar que se a obra não fosse original, ou tivesse algum problema envolvendo plágio, eu não receberia a certidão de registro.

Toda obra deve ser registrada, é uma garantia que você tem sobre seu trabalho. Infelizmente não podemos confiar em meras palavras ou nas bondades alheias, por isso antes de sair por ai enviando seus roteiros, textos, poesias e afins, registre-as.

O processo é simples e você deve apenas acessar o site da Biblioteca Nacional. Lá você encontra todas as informações referentes a cada tipo de obra e o valor a ser pago. Pelo mesmo site, a guia de recolhimento é gerada e basta efetuar o pagamento da mesma e enviar a documentação junto com a guia paga para o endereço indicado no site.

Abaixo, o site da Biblioteca Nacional:

https://www.bn.gov.br/

registro-quando-os-anjos-falam-site

Certidão de registro do roteiro de longa-metragem

Anúncios

QUANDO OS ANJOS FALAM (Longa-metragem)

quandoCENA 3 CASA INT./NOITE

Luna entra pela porta da sala, é possível ver seu pai sentado no sofá de frente a TV. Luna aperta o passo para não ser vista, mas seu pai se vira e a vê indo em direção ao quarto.

CORTA PARA:
Luna tranca a porta do quarto, seu pai chega e a chama pelo lado de fora.

JUCA:
Luna preciso falar com você.

LUNA:
Agora não pai to ocupada.

JUCA:
É que tem uma pizza na mesa da cozinha, queria que você comesse.

LUNA:
Agora não, depois.

JUCA:
Mas já ta tarde e você precisa comer.

LUNA:
Agora não! (irritada)

CORTA PARA:
É possível ver no semblante do pai, o abismo existente em sua relação com a filha.

(TRECHO RETIRADO DO ROTEIRO)